---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Prefeito Aquiles assina ordem de serviço para começarem as obras de reforma da Escola Antônio José Tiago

Publicado em 27/07/2018 às 17:06 - Atualizado em 27/07/2018 às 17:06

Obras devem começar em 1º de agosto
Créditos: Adriano de Souza (Assessoria de Imprensa PMP) Baixar Imagem

O prefeito de Penha, Aquiles da Costa, assinou na tarde desta sexta-feira, dia 27, a ordem de serviço autorizando a empresa JJR Construções, vencedora da licitação para executar as obras de reforma da escola Antônio José Tiago, a dar início aos trabalhos de recuperação da estrutura da unidade escolar.

Situada no bairro de Nossa Senhora de Fátima a escola que tem apenas sete anos de construção foi apontada como inadequada para ser utilizada tanto pelos bombeiros e defesa civil quanto por perícia feita por uma empresa especializada e por isso foi interditada. A empresa tem agora 180 dias para fazer a reforma. O objetivo do governo municipal é que no próximo ano letivo, em 2019, os estudantes já possam começar a ter aulas no espaço escolar recuperado.

As obras seguirão o projeto arquitetônico e de engenharia elaborado pela empresa E+Plan Engenharia. O projeto prevê a remoção completa de toda a cobertura da escola, justamente a maior causa da sua interdição, assim como do reboco e da instalação elétrica, que serão substituídas. Nas salas onde o piso afundou, também precisa ser arrancado e substituído, depois do reaterramento com concreto armado. Outro problema eram as aberturas que permitiam ao vento entrar e destruir a cobertura, que serão substituídas por janelas. Também será substituída toda a instalação sanitária.

“Será praticamente construir uma nova escola”, acredita o prefeito de Penha Aquiles da Costa. “Sabemos do grande transtorno que foi a interdição dessa escola para a comunidade, mas precisávamos garantir a segurança dos estudantes e funcionários. Agora estamos garantindo a reconstrução de uma escola de qualidade para nossas crianças”, apontou.

O valor do investimento para recuperação da escola será de R$ 884.834,28 reais. Todo o processo licitatório, assim como os trâmites do projeto arquitetônico, foi acompanhado por representantes da Associação de Pais e Professores – APP da escola Antônio José Tiago, que foi convidada pelo governo municipal a ajudar na fiscalização da execução da reforma: “Temos que garantir agora o que deveria ter sido feito no passado, que é uma obra de qualidade para nossas crianças”, acredita o prefeito Aquiles. “Nossos fiscais e engenheiros vão acompanhar de perto esse trabalho”, garantiu.

As obras de reforma estão marcadas para começar nesta quarta-feira, dia 1º de agosto.