---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Alunos do projeto Musicar na Escola farão abertura da Semana de Psicologia na Univali

Publicado em 12/08/2019 às 15:47 - Atualizado em 12/08/2019 às 15:49

Apresentações ocorrerão no evento acadêmico dos futuros psicólogos
Créditos: Divulgação/PMP Baixar Imagem

O Projeto Musicar na Escola está repercutindo em toda a região. Os jovens músicos em formação pela Secretaria de Educação e Cultura da Prefeitura de Penha estarão dia 26 de agosto em Itajaí, onde farão apresentação de 15 minutos na abertura da 28ª Semana Acadêmica de Psicologia. Coordenados pela professora Aline Vicente, seis alunos apresentarão no campus Itajaí as músicas “Valeu Amigo”, de Pikeno & Menor, “Sol”, de Jota Quest e “Oração”, da Banda Mais Bonita da Cidade, nos instrumentos de violão, cajon, ukulele e meia-lua.

 

A apresentação dos alunos das escolas penhenses, integrantes da rede municipal de ensino, dá maior visibilidade ao projeto, que leva formação musical às escolas e também centros de Educação Infantil locais. De acordo com Aline, é o quinto evento do qual os alunos participam – nos últimos meses, eles também já estiveram numa ação voluntária no Lar de Idosos Ágape, na abertura do 1º Congresso Interdisciplinar de Atenção ao Uso de Drogas, também na Univali, e no Fórum da Mulher Empreendedora, na Câmara de Vereadores de Penha. Em setembro, o Musicar na Escola também marcará presença na 33ª Feira de Oportunidades da Credifoz, em Penha.

 

O Musicar na Escola leciona violão, guitarra, teclado, ukulele e canto em 21 unidades de ensino de Penha, entre escolas e creches, chegando a 2.120 crianças atendidas, sempre em contraturno escolar. Atualmente através do programa, nas Escolas ocorrem o ensino instrumental em caráter de contraturno, e nas creches, o processo de musicalização infantil, uma vez por semana, quando todas as crianças são contempladas, desde o berçário, maternal e pré.

 

A Semana Acadêmica de Psicologia é promovida todos os anos no mês de agosto, em comemoração ao dia do psicólogo. Neste ano, será voltada às diferentes áreas de atuação do psicólogo, de psicopatologias à relações étnico-raciais. Além dos alunos de Penha, a abertura será marcada por palestras dos professores-doutores Marcos Aurélio da Rosa e Carlos Eduardo Máximo.