---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Barreira sanitária e quarentena continua por mais sete dias em Penha

Publicado em 25/03/2020 às 19:31 - Atualizado em 25/03/2020 às 19:38

Em reunião hoje com o gabinete especial de crise montado junto a sociedade civil para lidar com a epidemia do coronavírus, o Prefeito Aquiles da Costa confirmou que o estado de quarentena em Penha continua por mais sete dias, com as barreiras sanitárias ainda postas nas divisas do município, fechamento da maioria do comércio (com exceção dos serviços de alimentação e farmácia) e proibição de circulação em espaços públicos como praias, praças e calçadões. A medida segue o decreto do governo estadual, que renova o estado de quarentena em Santa Catarina.

O prefeito começou a reunião divulgando o último boletim da secretaria de saúde, onde foi comunicado que dos últimos três casos ainda suspeitos da doença em Penha todos deram negativos, totalizando assim nenhum caso confirmado na cidade até agora. “Quero parabenizar não só todos os trabalhadores do setor de saúde, mas também demais servidores, a polícia, o comércio, e principalmente a população de Penha, que está contribuindo ficando em suas casas e mantendo a quarentena”, disse.

O gabinete da crise decidiu que não vai abrandar as medidas durante os próximos sete dias, como forma de retardar o máximo possível a chegada da doença em Penha. “O vírus está aí e o melhor remédio ainda é prevenir. Nos prevenindo vamos passar pelo covid-19 com o menor impacto possível”, resumiu o Prefeito.

O governo municipal espera que a normalidade possa começar a ser restaurada parcialmente a partir da semana que vem, e para isso já estuda elaborar junto as associações comerciais e empresariais um plano de recuperação econômica para a cidade, principalmente preocupado com os trabalhadores autônomos, que prestam serviços e estão sem ganho desde o começo da crise.

Uma das ações para socorrer esse público e outras famílias que estão sem condições de bancar a própria alimentação, foi a decisão de adquirir 500 cestas básicas. Além destas, o município conta com parceria da CDL para angariar doações das empresas e comércio local, bem como dos próprios moradores. Um cadastramento das famílias necessitadas já começou a ser feito pela secretaria de assistência social, que junto com a defesa civil da cidade, também criou um abrigo para moradores de rua. Além de alimentos, a cesta básica distribuída pela prefeitura virá com 5 barras de sabão, para garantir que as pessoas continuem garantindo a higienização, que é a principal prevenção contra o vírus.

Noutra medida com objetivo de socorro econômico, o Prefeito também decretou que a empresa Águas de Penha suspenda qualquer corte de serviço de fornecimento por falta de pagamento no próximo mês, bem como encaminhou ofício a CELESC solicitando o mesmo.

Outra iniciativa que já está pronta é um centro de triagem em parceria com o Hospital Nossa Senhora da Penha, onde serão atendidas todas as pessoas com sintomas da covid-19 e recolhidos o material de exame. “Esperamos que não precise abrir, mas se for necessário, já estamos preparados para o aumento do número de atendimentos”, aponta prefeito Aquiles da Costa.

Uma grande novidade de Penha para lidar com a quarentena é o lançamento da plataforma digital EDUCA PENHA, elaborada pela secretaria de educação, que vai gerar atividades educativas aos alunos da rede pública municipal, com base na sua grande curricular. Os exercícios e conteúdo serão repassados pelos professores da rede pública, que contarão com a ajuda dos pais dos alunos para que os filhos diariamente acessem a plataforma. “É uma medida não só para que as crianças aproveitem melhor o tempo em casa, como também vai aproximar as famílias”, acredita o prefeito.