---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Alerta do Estado faz Prefeitura de Penha estender medidas restritivas por mais duas semanas

Publicado em 30/07/2020 às 14:47 - Atualizado em 30/07/2020 às 14:47

 

A Prefeitura de Penha vai prorrogar por mais 14 dias as medidas restritivas de combate à expansão da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), em virtude do agravamento da situação de contágio na região do Vale do Itajaí-açu, e da lotação superior a 90% dos leitos de UTI na região. As restrições iniciam hoje, 30 de julho, e seguem até 12 de agosto.  


A decisão foi anunciada nesta quinta-feira, 30 de julho, pelo prefeito Aquiles da Costa, após novo alerta da Central de Operações e Emergências em Saúde (COES) do Governo do Estado, emitido no último dia 28 e que aponta que a região está classificada com “Risco Potencial Gravíssimo” (vide http://www.coronavirus.sc.gov.br/gestao-da-saude/).


Este é o quinto alerta emitido à região da Foz do Itajaí-açu, e, segundo Aquiles, há necessidade de manter as ações restritivas, além de outras medidas que o Governo Municipal prepara em parceria com a Associação de Municípios (AMFRI) e também com o gabinete de crise montado no Município de Penha.


Segundo o prefeito, as medidas não são um lockdown, mas continuam com maior rigor em Penha. O decreto que prorroga as medidas é novamente recomendação conjunta proposta pela AMFRI às cidades de Itajaí, Balneário Camboriú, Navegantes, Porto Belo, Balneário Piçarras, Luiz Alves, Bombinhas, Camboriú e Itapema, além da própria Penha.


 “Seguimos tomando o maior cuidado para ter o menor impacto na economia local, porém, é necessário nesse momento preservar a vida das pessoas”, observou o prefeito. Defesa Civil, secretarias de Saúde, Gabinete, Administração, Turismo, Polícia Militar e representantes da ACIPEN e CDL elaboraram o decreto em fase de renovação.


Funcionamento do comércio local e trade turístico, transporte coletivo e circulação em praças, clubes e demais espaços públicos seguem com restrições. No caso dos supermercados, por exemplo, o acesso segue limitado a uma pessoa por família, e o horário permitido para funcionamento das 6h às 24h; as panificadoras, das 6h às 22h, de segunda-feira a domingo, com a observância das medidas de higiene já conhecidas, como álcool gel 70% à porta do estabelecimento e uso obrigatório de máscaras.


Velórios também seguem com tempo reduzido para realização – de três horas, com 10 pessoas limitadas no espaço, somente no dia do sepultamento e até as 17h30. Aulas coletivas presenciais seguem proibidas, práticas esportivas coletivas também, e volta a proibição de acessos às praias. A pesca artesanal e profissional é permitida, assim como a prática individual de esportes.


Os serviços autônomos e de profissionais liberais permanecem com normativas próprias, como agendamento para atendimento, limites de ocupação do espaço em 50% e distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas. Hotéis, pousadas e o parque Beto Carrero World terão autorização para funcionamento – com observância das regras também já estipuladas.


A máscara continua obrigatória em toda a cidade, e as atividades religiosas presenciais suspensas nestes próximos 14 dias, com exceção de sábados e domingos, seguindo redução de público. A Polícia Militar manterá o rigor na fiscalização das aglomerações familiares ou de amigos com música alta, número excessivo de pessoas e bebidas alcoólicas permanecem na mira da lei.

 

Capacidade das UTIs


De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, essas ações promotoras de isolamento social impactam em redução do contágio imediato, mas refletem-se em redução no número de internados em somente daqui duas a três semanas. Por isto, foi preciso tomá-las imediatamente, uma vez que o número atual de casos e seu consequente número de casos graves registrados se aproximam da capacidade total de atendimento em Unidades de Terapia Intensiva na Foz do Itajaí-açu.

 

 


Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Penha

 

Jornalistas Juvan Neto e Adriano de Souza