Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Utilidade Pública
Fundação Cultural de Penha abre credenciamento para projetos voltados à Lei Aldir Blanc

Publicado em 21/11/2020 às 11:08 - Atualizado em 03/12/2020 às 20:34


Créditos: Foto Internet Baixar Imagem

A Fundação Municipal Cultural de Penha abriu credenciamento de propostas referentes às ações emergenciais destinadas ao setor cultural, assolado pela pandemia do novo coronavírus - iniciativa que resultará na liberação de recursos à classe artística. A ação ocorre em atendimento à Lei Federal nº 14.017/2020, a Lei Aldir Blanc. 

 

Poderão ser cadastrados projetos de manifestação artística e cultural, apresentados por pessoas físicas e jurídicas que desempenham estas atividades, dentro das categoriais do setor cultural afetadas pelas consequências da pandemia, segundo informa o presidente da Fundação, professor Eduardo de Souza, o Bajara.   Poderão inscrever propostas brasileiros natos ou naturalizados, maiores de 18 anos, que residam e tenham atuação comprovada no território nacional, e as pessoas jurídicas, com ou sem fins lucrativos, de natureza cultural, tais como produtores artísticos, companhias ou grupos, com sede no país e atuação comprovada no território nacional.  

 

Segundo Bajara, serão contempladas projetos de áreas artísticas como dança, teatro, música (cantores, compositores, intérpretes, instrumentistas e bandas musicais), além de atividades circenses, produção de cinema e áudio visual, literatura, artes visuais e demais manifestações artísticas e populares.   Os projetos selecionados receberão apoio financeiro para apresentações digitais ou presenciais e também geração de serviços artísticos ou culturais.

 

Os valores desse fomento irão de R$ 2.500 até R$ 30 mil, divididos em parcelas previamente estabelecidas.   “Os recursos poderão ser destinados a projetos como lives artísticas, vídeos com duração de até 60 minutos, arte gráfica digital, oficinas culturais, documentários, ações de resgate histórico, redação de livros e produção de esculturais, além de apresentações teatrais e de grupos de dança folclóricos ou não”, detalha Bajara.  

 

As inscrições das propostas poderão ser realizadas de 23 de novembro até 7 de dezembro, com entrega das propostas de projetos até dia 18 de fevereiro do ano que vem, salvo as apresentações presenciais, que acontecerão somente o fim do período de isolamento social. O edital da Fundação Municipal Cultural detalha ainda condições da participação dos artistas, critérios para avaliação de propostas e etapas de avaliação documento e de credenciamento.  

 

A intenção de Bajara é dar ampla divulgação a essa inscrição, visando beneficiar o maior número possível de artistas locais. Na visão do professor, a Lei Aldir Blanc é o grande instrumento para beneficiar um dos setores mais atingidos pela pandemia, que é justamente o setor cultural.  

 

INSCRIÇÕES ONLINE:

https://prosas.com.br/editais/8127-edital-penha-sc-n-002-2020-fmc-chamamento-publico-edital-de-credenciamento-de-premios-e-projetos-artistico-culturais-lei-de-emergencia-cultural-aldir-blanc